sábado, 19 de junho de 2010

"Enferrujam- se os arames e os ferros, cobrem-se os panos de mofo, detrança-se o vime ressequido, obra que em meio ficou não precisa envelhecer para ser ruína."

José Saramago in "Memorial do Convento".

1 comentário:

Beatriz disse...

Ameiii, fofoqueiira maraaaaaaa *------*