sábado, 22 de novembro de 2008

The end: Pushing Daisies, Eli Stone e Dirty Sexy Money


Fãs de Pushing Daisies, Eli Stone e Dirty Sexy Money podem preparar os lenços. Os produtores dos três shows da ABC declararam em comunicado oficial divulgado à imprensa na manhã desta sexta (21) o cancelamento de suas atrações.
Em função da baixa audiência, a ABC optou por não encomentar episódios adicionais para completar as últimas temporadas das dramédias. O canal americano preferiu não se pronunciar ainda sobre a sua decisão.
A notícia já era esperada há algum tempo, afinal, não é comum uma produção ficar na geladeira, ou seja, esperar o pedido de roteiros extras, por um longo período. E isso foi o que acabou (não) acontecendo com as três.
O criador de Pushing Daisies, Bryan Fuller, atestou ao Ausiello a veracidade dos rumores dos últimos dias e afirmou estar orgulhoso e grato ao mesmo tempo pelo trabalho duro de todos os envolvidos na série que tentaram salvá-la.
Assim como Pushing Daisies, Eli Stone e Dirty Sexy também devem completar a ordem inicial de produção de 13 episódios, mesmo tendo os seus finais anunciados.
Com três desfalques em sua grade, a ABC reformulou a sua programação para a mid-season e voltou a incluir Life on Mars, que ganhou quatro episódios extras, totalizando 17 para a 1ª temporada. O remake da série britânica se salvou por pouco, porque até duas semanas atrás estava fora dos planos da emissora.As principais mudanças que irão ocorrer na programação, segundo um informante da ABC, incluem a troca de horário de Private Practice com Life on Mars e vice-versa.
O spin-off de Grey's Anatomy deixará às quartas para fazer dobradinha com a série nas quintas, às 22h, a partir do dia 8 de janeiro quanto retorna com episódios inéditos; e o drama policial mudará para às quartas, às 22h, sucedendo Lost no horário a partir do dia 28 de janeiro.
Gostava de ver o Dirty Sexy Money mas não me importo que acabe, via-se bem... mas o Pushing Daisies... Oh... Gosto tanto do Pushing Daisies.... :-(

1 comentário:

tiago disse...

eu por acaso já estava a ficar cansado do pushing daisies. quer dizer, o conceito até foi atractivo no início... mas depois foi esmorecendo e caindo numa monótona comédia negra.